domingo, 28 de fevereiro de 2010

Diabo à solta

Di Maria foi um autêntico diabo vermelho à solta em Matosinhos, tendo conseguido o primeiro "hat-trick" da carreira e conseguido uma das melhores exibições esta época, na qual se tem afirmado como um dos melhores jogadores do plantel.

O argentino já tinha demonstrado, noutras temporadas, que tinha talento, mas é, em 2009/2010, que está a ser bastante mais eficaz. Ou seja, dificilmente ficará no Benfica, o que, em termos desportivos, não é positivo, mas será a oportunidade de, em ano de Mundial, garantir importante encaixe financeiro.

Aliás, Di Maria podia ter festejado quatro golos se o ridículo Lucílio Baptista não tivesse anulado aquele lance por ter considerado que havia fora de jogo. Mais: Pouga devia ter sido expulso, depois de ter atingido o nosso extremo esquerdo. Na RTP, argumentaram que a agressão não foi intencional, mas é certo que existiu.

Carlos Martins entrou bem no jogo, foi autor da assistência para o penúltimo golo de Di Maria, e, tecnicamente, tem capacidade para ser um dos melhores médios da Europa: é bom nos passes, nos lançamentos longos e remata bem de longe. No entanto, nem sempre revela a mesma consistência durante os 90 minutos, transmitindo a ideia que "desaparece" dos jogos, o que não aconteceu hoje. Apesar deste "pecado" não deixa de ser um futebolista bastante útil.


video

3 comentários:

  1. O Di Maria é, actualmente, o único jogador no campeonato português que é capaz de, consecutivamente, criar desequilíbrios. O Clique que lhe faltava era o de marcar golos. Com 4 nos últimos 3 jogos, pode ser que desemburre nesse aspecto. Marcando-os regularmente, é dos melhores jogadores do mundo.

    ResponderEliminar
  2. Faltam 8 finais. Se as ganharmos todas, a recepção ao Rio Ave será a festa definitiva.

    ResponderEliminar
  3. acho estranho que nos jornais de hoje não se fale do fora-de-jogo claro no 3º golo do Braga.
    A imagem está aqui www.averdadedaliga.blogspot.com

    ResponderEliminar