segunda-feira, 5 de novembro de 2012

A Defesa "B"... ou a falta dela

O jogo com o sporting b de domingo demonstrou infelizmente o grande problema da nossa equipa B - a falta de qualidade da defesa. Não é por acaso que temos uma das piores defesas da liga, com apenas menos um golo sofrido do que as quatro piores. Péssimo.

Desde que os Andrés saíram da equipa B, a capacidade de recuperação de bola e organização defensiva do nosso meio campo desapareceu com eles, deixando uma defesa já frágil ainda mais frágil.

Ainda por cima, no domingo faltou também, por castigo, o Luciano Teixeira, que tem sido o trinco. O que obrigou necessariamente o treinador a inventar uma solução - avançou o central Ascués para trinco e entrou para o lado do Sidnei o Fábio Cardoso. Só que Ascués não está à vontade como trinco, e foi praticamente nulo, e o Fábio Cardoso por sua vez nulo foi na defesa, porque não tem qualidade para mais, Quanto a Sidnei, é tão bom jogador quanto é acomodado - faz o seu trabalho, mas não tem garra nem vontade para ir mais longe, para ser uma voz de comando que faça a diferença, para dar o litro, morder a relva.

Quando Jardel e/ou Miguel Vítor jogaram, a música defensiva foi logo outra - e não é por acaso que no único jogo em que jogaram os dois, fizemos o melhor jogo da época, em resultado e exibição - os 6-0 ao belenenses, que era o líder na altura e é ainda segundo. Com Jardel e MVítor a marcarem três dos seis golos, além de garantirem o zero na nossa baliza...

Há ainda algo que me parece evidente - Bruno Varela não tem ainda experiência para ser o nosso guarda redes, ainda por cima num jogo de grande responsabilidade e dificuldade como já seria de prever que fosse este. O miúdo fazia anos, deu um frango monumental, não ficou com boas recordações do dia e ajudou ao resultado negativo. Mika tem defeitos, o maior dos quais será o excesso de confiança (como se viu em Penafiel) mas, caramba, neste momento é melhor guarda redes a dormir que o Bruno acordado (nem quero pensar se alguma vez temos o azar de ter o miúdo na baliza num jogo da Champions, ele é o nosso terceiro gr na competição).

Quanto ao ataque, bem, o ataque continua a ser o melhor da liga, com 26 golos, mas no domingo não se deu muito por isso, o Ivan esteve nervoso, o Correa esforçado mas trapalhão. Ainda assim, gostei do Cafú, que entrou a meio da 2ª parte, não tem grande porte atlético mas tem qualidade técnica, remata bem e não tem medo no um contra um.

O Norton de Matos pode dizer, e é verdade, que o principal objectivo da equipa B é servir a equipa A - mas é igualmente necessário competir com qualidade e dignidade na sua liga, porque é o nome e símbolo do Benfica que estão nas camisolas - e também, acredito, no coração dos seus jogadores.

Sem comentários:

Publicar um comentário