segunda-feira, 11 de abril de 2011

Unam-se

Não tenho por hábito criticar Benfiquistas, apesar de muitas vezes não concordar com muito do que se diz, aprendi a meter para dentro e a respeitar opiniões diferentes desde que devidamente fundamentadas. As opiniões que não são fundamentadas, simplesmente deixei de lhes dar importância, contudo o que vivemos nos últimos tempos tem-me deixado boquiaberto e sem forças para me aguentar:
 
Passamos parte do ano a criticar o fcp e as suas atitudes pouco “desportivas”, e num jogo em que devíamos demonstrar essa douta superioridade dando uma imagem diferente da que infelizmente rodeia o nosso futebol, temos uma atitude pequena e pouco representativa do cariz de humildade que deveria nortear o nosso clube;
 
A meio da semana nos quartos de final da Liga Europa arrancamos uma exibição de encher o olho, demos um passo enorme rumo às meias finais da prova, que só uma verdadeira hecatombe impedirá o concretizar desse objectivo, e os Benfiquistas durante e após o jogo entretêm-se a vaiar o nosso guarda-redes. Em vez de enaltecer uma exibição, dar confiança e apoio aos nossos, damos importância e sobrevalorizamos uma acção menos feliz de um jogador nosso e gostava de frisar a palavra nosso;
 
Ontem num jogo para o campeonato (já perdido e sem objectivos que não sejam a defesa da nossa camisola) é efectuada gestão de recursos demonstrando uma vez mais quais os nossos principais objectivos, aproveitando para dar minutos a vários jogadores, permitindo aferir da sua qualidade (ou não) e perante o resultado final vejo e ouço reacções extemporâneas de critica gratuita a tudo e a todos. A opinião em função do resultado é por demais evidente, mas alguém no seu perfeito juízo poderá afirmar que o Benfica não fez o suficiente para ganhar o jogo? Tivemos inúmeras oportunidades de golo, tivemos inúmeras situações de jogadores isolados em direcção à baliza contrária que foram travados pelos árbitros auxiliares e em dois erros defensivos sofremos dois golos;
 
Nem tudo está bem no nosso clube, sou daqueles que acha que existem muitas coisas más no clube e os resultados desportivos são o corolário disso mesmo, entretemo-nos em grande parte da época a procurar culpados fora de portas em vez de vermos o que de muito mau se vai passando dentro delas, no entanto não estamos em tempo de criticar mas sim de reunir. No final da época temos tempo para apontar, criticar e sugerir, agora é tempo de apoiar e carregar com a equipa ao colo rumo a uma final Europeia e à vitória nas taças Nacionais. Unam-se em volta de um objectivo comum e esqueçam ambições pessoais e eventuais ódios de estimação. O Benfica é o que mais importa.

4 comentários: