segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Sem Comentários

Empate: FC Porto e Benfica repetiram 1-1 da primeira volta
Uma nódoa no clássico. O árbitro Pedro Proença optou ontem por ajudar o FC Porto a manter-se no comando da liga, ao assinalar um ‘penálti de sopro’ contra o Benfica, com que Lucho González anulou a desvantagem do golo apontado por Yebda à passagem do intervalo. Uma nódoa que manchou um belo espectáculo, em estádio cheio.
Embora actuando muito perto da sua grande área, o Benfica conseguiu evitar sempre a construção de jogo do adversário, mas talvez tenha acreditado cedo de mais na manutenção da vantagem, ao optar por alinhar meia hora sem ponta-de-lança.
Os treinadores foram fiéis às respectivas matrizes tácticas (4x3x3 contra 4x4x2), do que resultou uma previsível superioridade numérica do Benfica a meio-campo que, todavia, demorou a produzir efeitos nas passagens para o ataque. A linha defensiva do Benfica actua muito recuada, o que permitiu muitas recuperações de bola na intermediária e algumas infiltrações aos portistas.
Por isso, os primeiros 35 minutos foram de domínio consentido do FC Porto, com diversas conclusões, quatro delas de cabeça no centro da área encarnada, mas nunca Moreira correu real perigo de ser batido. Ao invés, as surtidas dos lisboetas ao ataque foram sempre mais intencionais, com três boas oportunidades ao longo do primeiro tempo, com realce para o contra-ataque entre Suazo e Reyes, no qual o espanhol pôs à prova a qualidade de Helton (38’). Os últimos dez minutos do primeiro tempo foram inteiramente dominados pelos visitantes, que se adiantaram por Yebda, também de cabeça, num canto de Reyes, em que a defesa portista cometeu um tremendo equívoco de marcação.
O FC Porto acusou fundo o golpe de um golo de todo inesperado e não conseguiu reagir no recomeço, ajustando-se então melhor o dispositivo atrasado do Benfica, muito favorável a contragolpes, apesar de Suazo estar muito longe da forma ideal. Mas como Lisandro não está melhor e Hulk passou ao lado do jogo, a partida ficou de feição ao controlo dos encarnados. Só lhes ‘falhou’ o controlo de Pedro Proença que, a dois metros de Yebda e Lisandro, decidiu pôr a mão suja da arbitragem no jogo jogado.
ANÁLISE
LUISAO IMPERIAL: Na primeira parte, o FC Porto conseguiu várias finalizações de cabeça, mas, após o intervalo, a actuação de Luisão e de Sidnei foi simplesmente impecável. A melhor época de sempre de Luisão.
TÉCNICOS MEDROSOS: Os dois treinadores mostraram um terrível medo de perder. Jesualdo não reagiu à desvantagem e não conseguiu melhorar a equipa e Quique optou por jogar sem ponta-de-lança.
PENÁLTI VERGONHOSO: Um penálti ‘dourado’ numa actuação sem critério, com cartões amarelos à sorte e total complacência para o jogo faltoso sistemático de Fucile (sete faltas) e para os golpes de karaté dos centrais portistas.
In Correio da Manhã 09/02/2009

6 comentários:

  1. As palavras do Andrés Madrid (contratado apenas há 1 semana pelo Clube Recreativo da Associação Criminosa do Norte) são suficientemente esclarecedoras para quem não se tenha apercebido ainda: “o clássico não é para jogar, mas sim para ganhar”…ou seja, traduzindo, ele já sabe que para aquelas bandas da Camorra do conluio da província batoteira não é preciso jogarem para conseguirem ganhar….seguramente que alguém já terá tratado disso por eles!
    Na nossa equipa gostei da atitude e esforço no geral, mas destaco a actuação do Maxi, que conseguiu mais uma vez secar a Meretriz Uruguaia Cebola Mal Cheirosa que apenas conseguiu passar uma vez pelo Maxi no início do jogo e não mais o conseguiu ultrapassar. Não gostei foi de o Quique ter posto o Suazo a jogar pois obviamente ele não estava em condições físicas como depois se viu em campo. Pior mesmo, só a entrada do atrasado mental do Di Maria (porquê meu Deus, porquê metê-lo a ele?????), como não podia deixar de ser…a partir daí era previsível que todas as jogadas que passassem pelos pés do caramelo iam resultar em contra-ataques dos tripeiros…um dos quais deu oportunidade ao palhaço do apito inventar o penalty decisivo e que lhe garantiu certamente uma viagem a uma ilha paradisíaca nas próximas férias do Carnaval (isto se por acaso o palhaço não tiver de ir trabalhar nalgum circo).
    Cada vez me desiludo mais ao não conseguir ver verdade na classificação desportiva. Terminado o jogo no Ecoponto Azul tb vejo renovada confiança de que tínhamos tudo para ser campeões esta época…mas ao contrário do D'ARCY cada vez tenho mais receio de não teremos forças para lutar contra tanto resultado combinado!
    Saudações Benfiquistas!

    ResponderEliminar
  2. Foi uma vergonha aquilo a que se assistiu o estádio do Dragão, num bom jogo de futebol, em que a correcção imperou e os jogadores facilitaram a vida ao árbitro, eis que mesmo assim Pedro Proença, o benfiquista?!!!!!, resolveu tirar um coelho da cartola e deixar o Porto na liderança, atrevo-me mesmo a dizer que a máfia contínua viva e bem viva e a dar antecipadamente os parabéns ao Porto por mais um título à semelhança de tantos outros, conquistado ao seu mais nobre e velho estilo, pois não tenho dúvidas nenhumas depois deste clássico, que o campeão está há muito encontrado, o que é triste

    ResponderEliminar
  3. justiça popular é a solução.

    esse penalty resume o que tem sido estes 25 anos de corrupção. a justiça tem material mais que suficiente para punir os criminosos e nao o faz. em março é a ultima oportunidade que a justiça tem de enviar os corruptos para a prisao.

    se nao o fizerem depois nao se venham queixar. depois venham-se fazer de vitimas e de coitadinhos.

    a limpeza vai começar este ano.

    ResponderEliminar
  4. vídeo "Árbitro ajuda FCP a empatar com o Glorioso Benfica" em http://gloriosasferatv.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. SE CALHAR O ARBITRO AFINAL É DO FCP...
    OU MELHOR, O LANCE DO REYES AO LUCHO NÃO É PENALTY

    CRESÇAM

    ResponderEliminar
  6. Se um árbitro erra, mas é humano. E eu aceito isso. Porque motivo não vai apitar 6 meses para os distritais?? Se não quiser pode arrumar o apito. Ninguém o obriga. Mais, é sócio do Benfica, e ele não quer ser a mulher de César como se costuma dizer. Parece-me que ele quer ser a mulher o pai o tio a sogra. porra. Não apite jogos do Benfica!!! Já cansa!!!

    ResponderEliminar