quarta-feira, 9 de setembro de 2009

O tema centrais

Também gostaria de deixar a minha opinião sobre o assunto "centrais".

Costuma-se dizer que não há fome que não dê em fartura.

Facciosismos à parte, e mesmo quando se trata do nosso Benfica tento ser o mais imparcial possível, temos neste momento um conjunto de 4 centrais de qualidade como possivelmente nunca tivemos, com a particularidade de 3 deles terem menos de 22 anos.

Se há posição em campo cuja maturidade e experiência é fundamental essa posição é a de central. Daí que o apogeu destes jogadores normalmente ronde os "late 20's / early 30's". É normal centrais com a idade destes 3 referidos darem fífias. Faz parte do seu processo de maturação.

Comparar a agilidade de avançados rápidos com a de centrais é em 1º lugar, desonesto. Se analisarmos as vicissitudes de um jogo, um avançado aparece 1 para 1 para com um central raríssimas vezes, pois em 95% das vezes existem "dobras", normalmente do outro central, do lateral ou do trinco. Daí que jogadores com mais de 1,85m e com a agilidade e rapidez de execução de um "Liedson" sejam quase inexistentes no futebol mundial. É uma questão de biomecânica, inércia e lei da gravidade. Um dos poucos chama-se Pepe e custou 30M ao Real. Outro chama-se Rio e foi a transferência mais cara de sempre de um central, 46 M em 2002. Para essas 95% das vezes os treinadores optam maioritariamente por uma torre (tipo Luisão, Materazzi, Costacurta, ) para limpar o futebol aéreo e um parceiro de defesa mais baixo, rápido e ágil, para jogar mais em antecipação e realizar as dobras (Ricardo Carvalho, Cannavaro, Cordoba, etc). Para dar um exemplo bem conhecido veja-se a dupla dos lagartos, baixa para o normal da posição (1,82 e 1,80, Polga e Carriço respectivamente). Cada vez que a bola sobrevoa a área (que acontece bem mais do que 5% das vezes) é um ai jesus.

Onde quero chegar é que para as tais 95% das vezes, o Luisão cumpre perfeitamente o seu papel. Além disso, quer queiram quer não, a sua liderança no balneário e em campo é inquestionável. E não são as tais 5% das vezes que a sua bio-mecânica o limita que me vão fazer mudar a opinião.

O David Luiz tem 1,88, é ágil, rápido, tem uma técnica fora do vulgar e joga com uma garra igualmente invulgar. Sim, é por vezes displicente e sobranceiro, até desconcentrado. A sua disciplina táctica, particularmente ao nível do posicionamento ainda não é a ideal. Recordo que fez 22 anos há poucos meses. Recordo igualmente que o Pepe treinou à experiência no Sporting e foi recambiado novamente para o Funchal. A sua 1ª época no fcp tb não foi brilhante. Deêm-lhe tempo. Ele já é muitíssimo bom. É já um dos melhores centrais da sua idade na Europa e dentro de muito pouco tempo será certamente convocado para a canarinha.

O Sidnei foi igualmente uma pérola (fez 20 anos há menos de 1 mês), embora não tenha sido uma descoberta das Índias pois já tinha mais cartel quando veio e foi bastante mais caro que o David Luiz, que custou 1 M. É 2 anos mais novo que o seu compatriota e parece-me mais maduro e tacticamente melhor, e igualmente com um potencial altíssimo. Entre os 2 venha o diabo e escolha, positivamente. O Benfica conseguiu a proeza de reunir 2 dos mais promissores centrais do futebol mundial e temos que estar contentes com isso. Os erros são normais nesta idade, pois são posições muito exigentes mentalmente. Um avançado pode falhar 10 oportunidades e se marca o golo da vitória é um herói. Um central pode fazer um jogo perfeito, intransponível, comete um erro ao minuto 94 que resulta num golo e é uma besta. Essa é a diferença.

Não me queria esquecer do Miguel Vítor. 20 anos, titular dos sub-21, não é tão bom tecnicamente como os prodígios brasileiros, mas só não é titular porque os outros é que são muito bons, o que atesta bem a qualidade dos nossos centrais. Pela forma de jogar, por ser da formação e por colocar em campo toda aquela raça, pode vir a ser o nosso Puyol no futuro, porque, meus amigos, David Luiz e Sidnei não vão ficar mais 2/3 anos por cá, dada a sua qualidade.

5 comentários:

  1. Não poderia estar mais de acordo!
    Em relação ao Miguel Vítor, no outro dia disse a alguém que achava que ele é o tipo de jogador que vai estar no plantel do Benfica a carreira toda ou quase toda. Cumpre a função muito bem mas como não é muito alto nem sobredotado, ninguém o virá cá buscar.
    Dos jogos todos que fez na época passada só me lembro de ter tido culpa num golo e até nem se pode dizer que tenha cometido um erro muito grave nesse lance. Foi no Restelo.

    ResponderEliminar
  2. E também em casa com o Guimarães. É ele que sai da marcação ao Roberto e o deixa sozinho. Mas concordo com o resto do comentário.

    ResponderEliminar
  3. Bom Post.
    concordo com muitas ideias.
    Em relação se vao ou nao ficar no futuro, o Luisão tambem se falava muito e continua.
    Se pudessemos vender o David Luiz ou o sidnei , bem vendidos concordo.
    Agora ao Desbarato...nao obrigado.
    Gosto do Luisão e por mim , era renovar ja mais uns 3 ou 4 anos.

    www.slbenficashirts.com

    ResponderEliminar
  4. NÃO PODEMOS ESQUECER O RODERICK MIRANDA, O MIÚDO TEM IMENSA GARRA! HÁ MUITO TEMPO QUE NÃO TINHAMOS UMA EQUIPA COM TANTOS JOGADORES TÃO TALENTOSOS!

    ResponderEliminar
  5. POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
    http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

    ResponderEliminar