quarta-feira, 10 de março de 2010

A mão de Vata ainda perturba os franceses

É incontornável: neste reencontro do Benfica com o Marselha, o lance de Vata, que determinou o nosso apuramento para a final da Taça dos Campeões há 20 anos, continua omnipresente entre jogadores, antigos futebolistas, treinadores, jornalistas e adeptos.

O angolano continua a garantir que marcou com o ombro e, por isso, Jean-Pierre Papin, prolífero goleador do Marselha há duas décadas, sugere-lhe que compre óculos. Chris Waddle, esquerdino inglês que actuava no flanco direito, fala em batota. .. Que moral têm estes ex-craques para falarem em lances ilegais quando actuaram num clube presidido por Bernard Tapie? Devido à prática de corrupção financeira, o Marselha desceu de divisão e foi afastado das competições europeias, enquanto o ex-ministro francês foi detido, punições que em Portugal são improváveis.

Mais esclarecido é Lucho Gonzalez, ex-jogador do FC Porto que actua no Marselha: considera o Benfica como a melhor equipa de Portugal, desde o início da época, destacando, como é óbvio, as qualidades dos compatriotas Pablo Aimar, Saviola e Di Maria.

1 comentário:

  1. POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
    http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

    ResponderEliminar