terça-feira, 23 de março de 2010

A questão Cardozo

Se existe jogador que provoca diferenças nos adeptos Benfiquistas esse tem o nome de Cardozo.
Nos últimos meses tenho de uma forma sistemática travado saudáveis discussões cuja temática é invariavelmente a qualidade de Cardozo e sua utilidade no plantel. Entre argumentos o meu companheiro de discussão introduziu uma variável nova, um amigo cuja opinião “fundamentada” originou a pérola que agora descrevo:

“Passemos ao Cardozo. Esse horrível atleta roubou pontos ao Benfica ao falhar o penalty com o Marítimo na 1ª jornada (terminou 1-1), ao repetir a proeza em Setúbal (empatámos a 1), ao fazer uma falta ao defesa do Braga completamente inútil no lance que o Luizão teria feito o 1-1 (acabámos por perder 2-0), e só por milagre não perdemos 2 pontos em Guimarães porque essa besta falhou outra grande penalidade com o resultado em 0-0 (vencemos 1-0 com 1 golo do Ramires no último suspiro do jogo).
Pontos ganhos com golos dele? Praticamente nenhum. Ficamo-nos por ter marcado o 1-2 em Leiria de penalty (incrível como não vacilou e acertou nas malhas), o 1-0 ao Belenenses com o ámen do peru Bruno Vale, e marcou 3 golos à Académica numa vitória de 4-0. De resto, só desnivelou o resultado do Benfica-Nacional (terminou 6-1) a 10 cm da baliza após oferta em bandeja de ouro do Fábio Coentrão. Avançado de 2ª divisão que só marca golos a equipas de caracacá.”

A primeira reacção que tive a estas palavras foi de insulto puro e enxovalho variado, a que se seguiu o total desprezo pela opinião citada. Entretanto apercebo-me que muitos Benfiquistas nutrem um ódio de estimação por Cardozo valendo-se do argumento que ele falha muitos golos é lento e previsível.
Confesso que fico chocado com tal apreciação, acho redutor apreciar um jogador desta forma pois revela total desconhecimento sobre o que é o futebol actual. “Um por onze e onze por um”, palavras de David Luiz que ilustram bem a natureza do que é o futebol. A performance individual afecta a performance do companheiro de equipa e por extensão o colectivo. Oscar Cardozo é mais, muito mais que um marcador de golos é um baluarte do sistema táctico empreendido por Jorge Jesus, é a referência em torno da qual a equipa se desdobra não sendo por acaso que na sua ausência as dificuldades da equipa são evidentes. Acresce a este facto que marca golos em barda, assim como falha. Em ambos os casos reflecte o seu excelente sentido posicional, por norma está sempre no sitio certo e se argumentam que pouco se mexe numa rápida consulta às estatística de um jogo verifica-se que é dos jogadores que mais quilómetros faz em cada jogo.
Em suma poderá não ser o típico jogador que provoque paixões, não será certamente alguém que pegue na bola no meio campo, finte meia dúzia de adversários e decida um jogo, mas a sua utilidade na equipa é inegável, quer do ponto de vista táctico mas sobretudo naquilo que é o sumo do futebol, pôr a bola dentro da baliza adversária, algo ou alguém que procurávamos há anos/épocas.

A caixa de comentários está aberta a opiniões, contrárias ou não ao meu pensamento.

Nota: O facto de falhar grandes penalidades de forma sucessiva é um ponto negativo, mas cujo responsável é quem insiste em ser o Cardozo a marcá-las.

20 comentários:

  1. Esse comentário faz-se porque o Cardozo é avançado e assume a responsabilidade de marcar penaltis, mas vendo por exemplo o jogo contra o Marítimo e o Setúbal eu também podia chegar aqui dizer que a culpa do Benfica perder 4 pontos não foi do Cardozo, mas sim do David Luiz que contra o Marítimo faz um corte com a mão dentro da área e em Setúbal marca um auto golo quando tenta dar chutão para a frente.
    Quando o Benfica perde pontos a culpa é da equipa e nunca de uma pessoa. A equipa é que tem que se superiorizar aos erros individuais tal como o David Luiz diz “Um por onze e onze por um”

    ResponderEliminar
  2. O Cardozo é o típico jogador a quem só é dado o devido valor depois de ter saído. Já o Van Hooidonk marcou 19 golos mas saiu pela porta pequena com os argumentos "ganha 150 mil euros por mês", "o João Tomás ganha 1/10 e marcou 17" e "mais de metade dos golos foram de livre e de penalty". Depois foi o que se viu: levou o Feyenoord ao colo até à vitória na Taça UEFA... e nós precisámos de esperar 7 anos até encontrarmos goleador semelhante.

    O Cardozo é lento mas a sua utilidade nem pode sequer ser apenas avaliada em função do número de golos. Abre mts espaços, tem um pé esquerdo absolutamente fenomenal, ganha quase todos os lances de cabeça de costas para a baliza (e na final contra os porcos é que se viu a diferença que isso faz, já que o Kardec, apesar da exibição agradável, nao conseguiu ganhar praticamente nenhum).

    Não é perfeito, mas é um goleador nato, que marcou uma média de 20 golos nas últimas 2 épocas e nesta já vai quase em 30. Quem acha isto mau, que vá ao médico.

    PS: o gajo que usou esses argumentos nao é benfiquista nem aqui nem na china. É apenas um imbecil chapado, e nem é pela opiniao em relaçao ao Cardozo, mas pela forma estúpida e radical como a expressou.

    ResponderEliminar
  3. A questão dos penalties requer uma análise cuidada... Coloquemo-nos no lugar do Jorge Jesus: O Cardozo, até esta época, havia concretizado 9 penalties em 9 tentativas. Por outro lado, imagino que, face aos falhanços, haja uma atenção especial nos treinos e, para continuar a marcar, deduzo que seja o jogador mais certeiro. Há ainda a questão que retirar-lhe essa função poderia induzir uma quebra da sua confiança noutros capítulos do jogo.
    De resto, ele tem uma característica muito chata... só marca golos. Fáceis ou difíceis, são 28 esta época. Com os penalties falhados, seria 32. Ainda faltam 11 jogos (até à final da Liga Europa) para terminar a sua terceira época no Benfica e já é o 27º melhor marcador de sempre do Benfica a apenas 4 golos do Simões e do Isaías e a 12 do 20º, o Jordão...

    ResponderEliminar
  4. TC, já sabes que eu prefiro um avançado tipo Falcão ou Liedson mas a verdade é que esta equipa está feito para o Cardozo, tal como o Cardozo está perfeitamente encaixado nesta equipa e sistema de jogo. Até se pode dar razão a quem argumenta que os golos dele não são decisivos mas a o facto é que o homem é uma máquina de fazer golos e quando não joga parece que a equipa comporta-se de outra forma.

    Estou plenamente de acordo com o ponto de vista do Miguel que não podia ser mais certeiro.

    Quanto à questão dos penalties compreendo que Jesus não o retire de ser o 1º marcador de penalties. Ele é que o treina e acima de tudo ele é que julga como o jogador reagiria ou não, e a questão da confiança do jogador também é fundamental. Agora, na minha opinião a atitude mais inteligente seria o próprio Cardozo abdicar de marcar os penalties porque ninguém me tira da cabeça que o homem sob pressão há de falhar a maioria (já são demasiados para ser apenas coincidÊncia). TC, lembras-te quando estávamos no Bonfim, só te apetecia bater-me!

    ResponderEliminar
  5. Caro Tc quem fez tão ridículo comentário, de facto não sabe o que é o futebol e pouco percebe dele, não que nós sejamos experts, mas quem não consegue perceber a capacidade de trabalho do Cardozo, a sua enorme qualidade de passe (vide a assistência para Di Maria em Berlim e Matosinhos, juntando a tudo isto uma enorme capacidade de marcar golos.
    Esses que tanto mal falam, são os mesmos que o aplaudem quando marca grandes golos, esses que tanto falam, são os que não viam um goleador assim no Benfica desde os tempos do Rui Águas e Magnusson, por isso, quando ouço esse tipo de discussões, apenas lhes pergunto desde que representa o Benfica quem tem sido sempre o melhor marcador do benfica? A resposta é só uma, Cardozo.

    ResponderEliminar
  6. Sempre fui um defensor do Cardozo!

    Defendo também que é o melhor avançado dos últimos 20 anos!

    Tem limitações como qualquer outro jogador mas tem um pé esquerdo fabuloso!! Joguem em torno dele que os golos surgem com naturalidade.

    Só não vê isso quem não quer, como um tal de Quique Flores que não foi campeão porque o colocou no banco.

    FORÇA TACUARA!!

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. O Cardozo é o típico avançado que abre espaços para os criativos, como é forte e alto não pode deixar de ser vigiado, o que desgasta muito os defesa adversários. A maioria dos golos é marcada quando a outra equipa o deixa ter mais espaços, ou seja, após entrar o primeiro, por isso é normal que facture muito nas goleadas. Este domingo estava no sitio certo... como um ponta de lança deve estar, mostra muito do sentido posicional dele. Do pé esquerdo dele pode surgir o melhor e o mais inesperado. É um avançado muito completo e penso que a maioria dos adeptos benfiquista que critica o Cardozo é devido aos penalties. Mas penso que o Jesus não devia tirar o Cardozo de marcador, mas devia aconselhá-lo e aí acho que o Cardozo passava o lugar a outro. E eu penso que será isto que o Jesus vai fazer se é que já não o fez... Passa pela consciência do Cardozo e quanto mais perto do fim mais responsabilidade, penso que ele próprio vai ser humilde para passar o lugar a outro.

    ResponderEliminar
  9. aceito o debate se quiserem discutir quantos pontos custou esta época o david luiz ao benfica... já para não falar dos maus resultados na liga europa...
    vamos a isso!
    tenham coragem!

    luis canta

    ResponderEliminar
  10. Esse comentário só pode ter sido feito para destabilizar. Esse senhor não pode ser benfiquista ao fazer uma critica tão destrutiva como essa. A ideia com que fiquei é que ele gostava de o ter na equipa dele. Não é hora de destabilizar, mas sim de unir ... forças. Como diz David Luis "um por onze e onze por um". A equipa é um todo e já provou que se comporta como tal. Força Cardozo! És um grande jogador e tens o direito de falhar como todos nós.

    ResponderEliminar
  11. O Cardozo está um jogador diferente esta época. E não é sequer por marcar mais golos. Isso é apenas um bónus. Actualmente está muito melhor a jogar de costas para a baliza e distribuir jogo. Apesar de ser lento, mesmo assim tem bons movimentos de desmarcação aparecendo com a bola controlada isolado. Claro que Jesus é o grande responsável por esta melhoria.

    Em relação aos penaltis a minha opinião é esta:

    http://etodosporum.blogspot.com/2010/03/o-penalty.html

    ResponderEliminar
  12. Sobre o Jardel, eu costumava dizer algo que não tem lógica nenhuma: não sabe jogar à bola; só sabe marcar golos. O Cardozo joga um pouco melhor, mas é parecido. É lento, tem problemas na distribuição de jogo, perde demasiadas bolas, tem de aperfeiçoar (mais) o jogo de cabeça e chega a irritar-me no decorrer das partidas. Mas marca golos. Muitos. E marca contra o FC Porto, o Sporting ou o Everton, que não são equipas de caracacá. Apesar dos defeitos enunciados, o Cardozo deve jogar sempre. Avançados como ele são raros. Aliás, se não tivesse os problemas atrás mencionados, seria um dos melhores jogadores do mundo. Portanto, devemos dar-nos por muito felizes em tê-lo no nosso 'plantel'.

    ResponderEliminar
  13. O que eu acho é que alguns benfiquistas não gostam de quem marque golos. De 15 em 15 dias lá apanho os do costume a atacá-lo durante o intervalo, como há uns anos ouvia sócios a atacar o Van Hooijdonk ou a dizer que o Jardel não jogava nada.

    ResponderEliminar
  14. eu também acho que ele não presta, aliás espero que ninguém o compre e por isso seja "obrigado" a renovar contrato.

    ResponderEliminar
  15. O Cardozo não é um jogador gracioso. O Cardozo não tem um sorriso cinematográfico. O Cardozo não choca pela beleza dos seus movimentos. O Cardozo não é um jogador de fácil locomoção. O Cardozo não tem sequer um penteado fácil de replicar. O Cardozo usa o pé direito apenas para não coxear. O Cardozo é um arranha-céus, mais do que um jogador. Porém, o Cardozo marca golos. E é isso que perturba certos benfiquistas, habituados a Karadas, Delibasics e outras espécies raras da fauna de dianteiros que vestiram, nos últimos vinte anos, a camisola do Benfica. Em síntese, o Cardozo é um goleador. Marca a equipas de cacaracacá e cocorococó. Marca onde for preciso, marca quando é preciso e até marca quando menos se espera. O Cardozo é o melhor ponta-de-lança do Benfica dos últimos vinte anos e é o melhor ponta-de-lança do futebol português. Desengonçado, tecnicamente desarrumado, o que lhe queiram chamar. O que até acho injusto. Cardozo não é um jogador com limitações técnicas, como vejo algumas vezes escrito. Cardozo não é Ronaldo, mas Cardozo sente conforto nos seus contactos com a bola. Como se costuma dizer, a Cardozo não é a bola que atrapalha, é a mobilidade que lhe falta. Termino a escrever o seguinte, que revela o que sinto em relação ao paraguaio: VIVA O CARDOZO.

    ResponderEliminar
  16. Entretanto, já depois de ler o meu comentário, leio esta noticia no jornal o Record:

    «Cardozo é o exemplo máximo da eficácia benfiquista na hora de rematar à baliza. O internacional paraguaio, de 26 anos, apontou 28 dos 103 golos contabilizados pelo clube da Luz no decorrer desta temporada, 19 dos quais na Liga, e integra a lista dos principais goleadores da Europa, onde Luis Suárez, ponta-de-lança uruguaio do Ajax, é líder com mais três do que Wayne Rooney, avançado inglês de 24 anos e melhor artilheiro dos campeonatos de referência do Velho Continente.

    O atacante do Manchester United contabiliza 26 golos contra 19 de Cardozo, mas o benfiquista regista somente 23 jogos disputados.

    A época de Cardozo tem sido de tal modo significativa, que o número 7 do clube da águia ostenta uma média de golos (0,82 contra 0,83) ao nível do internacional inglês, hoje em dia uma das principais referências do futebol mundial.»

    Toma lá fresquinho.

    ResponderEliminar
  17. Haverão sempre aqueles que dirão que só marca tantos golos porque está no campeonato português... a isso, responderei somente: "Ainda bem que é no Benfica"

    ResponderEliminar
  18. Também diziam o mesmo do Jardel. E no entanto, não deixou de ser um dos melhores avançados que vi jogar.

    ResponderEliminar
  19. Amigos da bola!
    Em especial amigo TC.
    Antes de mais, bem hajam por serem Benfiquistas. É uma forma saudável de estar na vida e a vida é isso mesmo, passar por cá o mais agradável possivel.
    Bem , vamos ao ataque com a elevação que se exige.Fui eu o responsável por esta dissertação em volta do rapaz alto vindo do Paraguai com a intensão de marcar golos. Não fui eu que escrevi o inicial, foi o meu amigo JC, mas eu gosto da discussão saudável.Eu sou a faca de dois gumes que ataca quem defende o Cardoso exacerbadamente e ataca quem o critica desalmadamente. Todos nós temos grandes defeitos e grandes qualidades, eu não fujo á regra, sou como todos vós sei o que sei sobre futebol,não pretendo ser o dono de toda a verdade nem tão pouco um expert na matéria. No entanto sempre estive neste meio, toda a vida joguei diversos desportos com algum jeito, futebol em especial, inclusivé federado, mas, não grande jogador, ainda ontem eu dizia ao Grande Chalana, Chalas para os amigos, que por causa dele eu deixei uns dos sonhos de criança pois quando aos 15, 16 anos constatei o seu valor de outra galáxia,entendi que seria melhor estudar pois era abissal a diferença, eu nunca teria hipótese.Gosto de falar com todos, ouvir amigos que foram e outros ainda são grandes jogadores, treinadores , jornalistas etc.Assim sinto-me ávontade para escrever, mas não sei mais que nínguem nem pretendo dar lições seja a quem for.
    CARDOSO, vamos lá então.
    É bom rapaz, garanto-vos.É jogador do Benfica e como tal tem que ser respeitado, no entanto podemos e devemos analizar o seu modus operandi como jogador.Não, não é um grande avançado, sejamos sinceros. A equipa está talhada para jogar com ele, isso sim mas também funciona sem ele.Faz falta ao Benfica, marca posição na área, prende dois defesas e marca golos neste campeonato, isto é importante sem dúvida.Mas, mas.Quando chegou ao Benfica não sabia colocar-se, não procurava o espaço livre, não procurava a linha de passe, não sabia fugir ao marcador directo, como bem me fala disso o Néné! Ainda agora,pára mal a bola, não é rápido a executar o que é condição sinequanone num grande avançado, salta de lado ou de costas para a bola,embora já tenha marcado alguns golos de cabeça.Quem jogou á bola sabe bem porque isso acontece,qual a dificuldade ao por o pé,ao saltar, ao tentar vivar com outro nas costas,com outro a"picar" nos "artelhos", a ouvir impropérios etc.Só os iluminados têm esse dom para ter exito.Com Jesus melhorou muito e espero mais ainda. Tem fortíssimo pontapé, é empenhado,tem o seu valor mas não é rapaz para quase 12 milhões.Não vou comparar com este ou aquele mas com essa quantia que grande avançado eu compraria.No entanto é o nosso avançado só temos que o enaltecer, aplaudir, incentivar.Continuem a dar as vossas opiniões.O mais importante é no estádio, no café de esquina, em casa, no grupo de amigos, debater ideias, viver,divertir-se, gritar,aplaudir e ver o nosso Benfica a ganhar quase sempre. Saudações Benfiquistas CL

    ResponderEliminar
  20. Compreendo, em parte, a tua opinião... Mas eu tenho um fascínio por golos. É daquelas coisas que considero darem jeito no futebol mesmo que, quem os marque, seja completamente inapto nos restantes capítulos do jogo, o que não é o caso do Cardozo.
    Vamos a números...
    Golos em competições europeias: 11 em 25 jogos. 0.44 por jogo (8º melhor de sempre considerando os jogadores com 10 ou mais jogos).
    Golos em competições nacionais: 56 em 93 jogos. 0.6 por jogo.
    É o 27º melhor marcador de sempre do Benfica mas o 12º se considerarmos um mínimo de 50 jogos e penso que todos temos noção de como o futebol evoluiu, em termos defensivos,nos últimos 30 anos...
    Esta época marcou 28 golos. Mas nas duas primeiras, a de adaptação e a do péssimo Quique Flores (com um futebol nada de acordo com as características do Cardozo), marcou 39 golos em 79 jogos, ou seja, 0.49 golos por jogo.
    Se eu preferiria o Higuain ou o Eto? Sim.

    ResponderEliminar