sábado, 31 de outubro de 2009

Aos ombros de Jorge Sousa

Mais uma vez Jorge Sousa efectuou uma grande exibição frente ao Benfica, golo anulado, segundo amarelo perdoado a João Pereira e penalti perdoado por mão na bola de Evaldo, contudo estes lances não servem por si só, mas ajudam, para escamotear aquela que foi uma noite desinspirada da nossa equipa. Entrámos mal no jogo, lentos e surpreendidos pela crença dos nossos adversários (inclusive do Sr. Sousa). Aimar não existiu, Saviola apenas na primeira parte, Di Maria na segunda, Javi sem fulgor, mas sobretudo um gritante problema nas alas. Fábio Coentrão acusou falta de rotina e Maxi esteve simplesmente horrível (o que se passa com Maxi?). Jorge Jesus também esteve mal nas substituições, principalmente com a entrada de Keirrisson. Não estando em causa a ideia nem o valor do jogador, Keirrisson está completamente inadaptado ao nosso futebol, precisa de tempo e deverá tê-lo nos jogos mais fáceis quando tudo estiver resolvido ou já encaminhado, não num jogo desta natureza e quando precisávamos de empatar. Julgo também que Saviola (extremamente cansado) deveria ter saído mais cedo e sobretudo Aimar (deveria ter ficado nas cabines ao intervalo).
Em suma, uma má noite que não apaga o que fizemos até aqui muito menos diminui as nossas possibilidades de sucesso. Será um teste à nossa capacidade e personalidade e quando menciono estas caracteristicas não me refiro apenas aos jogadores e equipa técnica, Todos à Luz no jogo com a Naval.

Sem comentários:

Publicar um comentário